Melhores VPNs

Março 2021

#1

PRÓS
CONTRAS

#2

PRÓS
CONTRAS

#3

PRÓS
CONTRAS

#4

PRÓS
CONTRAS

#5

PRÓS
CONTRAS

#6

PRÓS
CONTRAS

Melhores descontos para VPN

-81%

8.6

-83%

9.1

-68%

9.7

FAQ

O que é VPN?

VPN é abreviação de Virtual Private Network (Rede Virtual Privada). É um serviço usado para manter a conexão de internet privada e segura.

Quando você está navegando na internet é como se estivesse em uma grande avenida comercial e cada site que você visita é como se fosse uma loja desta avenida. Como em uma avenida, algumas pessoas podem te observar e ver em que lojas (sites) você entra, o que faz, etc. Ao usar uma VPN, é como se você usasse um túnel direto da sua casa para a loja (site) desejada, e ninguém poderia ver o que você faz. Essa é a finalidade de uma VPN, torná-lo anônimo online. Uma VPN (rede virtual privada) cria uma conexão segura entre o seu dispositivo e a Internet, e é uma das melhores maneiras de garantir privacidade, segurança e liberdade online.

O serviço de VPN faz, em resumo, duas coisas: criptografa seus dados e muda seu endereço IP. Vamos falar um pouco mais de cada uma:

  • Criptografia: é o processo de codificar seus dados. Criptografar uma mensagem é converter um texto normal (como este que você está lendo) em um código ininteligível. O receptor precisa saber as regras para decodificar a mensagem e convertê-la novamente em texto legível. É isso que uma VPN faz, codifica seu dados para que nenhum hacker consiga decifrar os dados que você trafega na internet.
  • Mudar endereço IP: Endereço IP é um código numérico exclusivo da sua conexão com a Internet. Através de uma VPN, você muda o seu endereço IP pois utiliza o IP do servidor VPN, o que te garante privacidade e anonimato.

Portanto, uma VPN impede que invasores vejam suas informações pessoais, esconde sua identidade, impede atividade de anunciantes e o mantém seguro em redes Wi-Fi públicas. Além de segurança, você consegue acessar sites de streaming com restrição de região e desbloqueie Netflix e outros serviços. Por exemplo, estando no Brasil e acessar a Netflix, você tem acesso apenas ao catálogo disponível para o Brasil. Através de uma VPN, em um servidor dos Estados Unidos, você conseguirá acessar o catálogo da Netflix disponível naquele país e assistir conteúdo que não esteja disponível para o Brasil.

Existem VPNs gratuitas, mas deve-se ter cuidado ao utilizá-las pois, além de não oferecer todos os recursos de uma boa VPN, também podem roubar seus dados e vendê-los. As VPNs pagas oferecem todo o potencial em termos de recursos e segurança. Além disso, a maioria oferece um um período de teste, com garantia de reembolso de até 30 dias sem risco, basta entrar em contato com o suporte ao cliente.

O que faz uma VPN?

Uma VPN criptografa seus dados, o que impede que invasores descubram as informações que você trafega na internet, e muda seu IP (Internet Protocol) o que impede que você seja identificado na internet.

Desta forma, além de te proteger, a VPN permite o desbloqueio de sites não disponíveis na sua região, baixar arquivos torrents com segurança e proteger sua privacidade contra qualquer invasor, até mesmo o Google, e outros sites que rastreiam hábitos de navegação para enviar propagandas. A VPN faz isso através de duas funções principais: Criptografia e ocultação de IP.

Criptografia

Os serviços de VPN usam criptografia, processo de codificar seus dados, para gerar um túnel seguro entre o dispositivo (smartphone, laptop, etc.) e um servidor VPN remoto. Seus dados, codificados, percorrem esse túnel e são encaminhados para o site ou aplicativo solicitado de forma segura e protegida de invasores.

Este túnel criptografado impede que provedores de serviços da Internet (ISPs), autoridades e atacantes espionem sua atividade online. Se um terceiro tentar monitorar sua conexão, tudo o que verá será uma sequência de letras e números ininteligíveis.

Ocultação de IP

Um endereço IP (Internet Protocol) é o número de identificação exclusivo dado a cada conexão individual à Internet, que permite identificar sua localização física e tudo o que você faz online.

Uma VPN pode ocultar seu endereço IP dos sites que você visita, fazendo com que os sites vejam endereço IP do servidor VPN pelo qual sua conexão está sendo roteada ao invés do seu endereço IP verdadeiro. Este procedimento também permite ocultar sua localização real. Os provedores de VPN oferecem servidores localizados em todo o mundo e o local do servidor ao qual você se conecta determina onde os sites e aplicativos percebem sua localização física.

Porque eu preciso de uma VPN?

Basicamente para proteger sua privacidade, navegar anonimamente e acessar conteúdo bloqueado.

Seu provedor de serviços de Internet (ISP) pode ver os sites que você visita e também pode coletar a armazenar essas informações e até mesmo fornecê-las a governos. Ao usar uma Wi-Fi pública, como por exemplo em restaurantes, hotéis, shopping centers e aeroportos, seus dados podem ser roubados por hackers. Da mesma forma, redes Wi-Fi desprotegidas em casa também são um risco.

Para proteger seus dados, uma VPN vai criptografar o tráfego da Internet, tornando muito mais difícil o roubo de dados. Outro bom motivo para ter uma VPN é para desbloquear serviços de streaming. Geralmente, os serviços de streaming – como Netflix, Hulu ou BBC iPlayer – têm conteúdo diferentes, dependendo da localização física do usuário. Por exemplo, a Netflix nos EUA possui mais conteúdo do que em qualquer outro país, e você só poderá acessar essa biblioteca se acessar a Netiflix a partir de um computador nos EUA.

Como os serviços de streaming determinam a sua localização física através do seu endereço IP, uma VPN mascara seu verdadeiro endereço IP por um servidor VPN em outro país. Assim, se você selecionar um servidor nos EUA, o site de streaming identificará que você está localizado nos EUA e liberará o conteúdo de lá.

É importante ressaltar que a VPN libera o acesso a conteúdo restrito. Para acessar os serviços de streaming você precisará ser assinante destes serviços.

Como escolher uma VPN?

Antes de mais nada, você deve ter bem claro qual será o uso principal da VPN. Se você costuma viajar para a China ou outro país que que controle o uso da internet, o ideal é escolher uma VPN com criptografia forte. Se você pretende usar mais para streaming ou torrent, deve escolher uma VPN com velocidade rápida, acesso confiável e grande quantidade de servidores ao redor do mundo.

Além disso, é importante verificar os aplicativos disponíveis para cada tipo de dispositivo bem como para o sistema operacional que você usa.

VPNs gratuitas são seguras?

Existem VPNs que são gratuitas, mas deve-se ter cuidado ao utilizá-las pois, além de não oferecer todos os recursos de uma boa VPN, também podem roubar seus dados e vendê-los.

As VPNs pagas oferecem todo o potencial em termos de recursos e segurança. Além disso, a maioria oferece um um período de teste, com garantia de reembolso de até 30 dias sem risco, basta entrar em contato com o suporte ao cliente.

É legalmente permitido usar uma VPN?

O uso de VPN é legal em quase todos os países do mundo. Na Bielorrússia, Iraque, Coréia do Norte e Turquemenistão é ilegal o uso de VPN e na China, Rússia, Irã, Turquia, Omã e Emirados Árabes Unidos a VPN tem uso restrito.

Como começar a usar uma VPN?

Após a contratação do serviço de VPN, você pode baixar um aplicativo personalizado diretamente do provedor de serviços escolhido. A maioria dos provedores de VPN oferecem aplicativos personalizados para Windows, MacOS, Android e iOS, e alguns também oferecem aplicativos específicos para roteadores e dispositivos de streaming como o Amazon Fire TV Stick.

Como faço para desbloquear sites usando a VPN ?

Alguns sites têm conteúdos diferentes dependendo da localização do usuário. Por exemplo, se você estiver no Brasil não conseguirá acessar todas as páginas de alguns sites dos EUA. Para desbloquear site com conteúdo restrito por localização geográfica basta alterar, no seu serviço VPN contratado, o servidor de acesso.

O que são protocolos VPN?

Protocolos VPN são regras e processos que o cliente VPN segue para manter uma conexão segura entre seu dispositivo e o servidor VPN. O protocolo VPN determina como será formada esta conexão segura e, dependendo do protocolo em uso, a VPN pode ter velocidade, recursos ou até vulnerabilidades diferentes.

Os protocolos VPN mais comuns são:

OpenVPN: É de código aberto, com alto nível de segurança e operacional em quase todos os dispositivos compatíveis com VPN. Este é o protocolo mais popular, sendo usado pela maioria dos provedores de VPN do mundo e oferece um bom equilíbrio entre velocidade e segurança.

IKEv2 / IPsec: o IKEv2, usado junto com o IPsec, o IKEv2 é um protocolo VPN mais recente que é muito seguro, rápido e lida com facilidade com alterações de rede, o que faz com que ele seja o protocolo ideal para dispositivos móveis que alternam constantemente entre Wi-Fi e dados móveis.

WireGuard: é o mais novo protocolo VPN. Tem o objetivo de ser mais rápido, seguro e de fácil implementação do que os outros protocolos.

SoftEther: O SoftEther fornece velocidades de conexão muito rápidas e boa segurança. No entanto, tem algumas vulnerabilidades de configuração padrão e é compatível com poucos fornecedores.

L2TP/IPsec: este é um protocolo bastante desatualizado e tem algumas falhas de segurança.

SSTP: É um protocolo VPN de código fechado, de propriedade da Microsoft e é baseado no SSL 3.0, que é vulnerável a um ataque MITM específico chamado Poodle.

PPTP: Este protocolo é desatualizado e muito inseguro, podendo ser invadido em questão de minutos.

Vale a pena ter uma VPN?

Com certeza, pois uma boa VPN é fundamental para segurança, privacidade e liberdade, protegendo todos os seus dispositivos.

Como mudar o meu IP?

Para mudar seu IP, basta selecionar um servidor VPN, e a sua conexão usará o IP deste servidor.